Saturday, July 17, 2010

Enchei-vos do Espirito

"E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito."
(Efésios 5:18)
Introdução:
Viver na plenitude do Espírito Santo é o desejo de Jesus para sua Igreja - João 7:37-39
Viver na plenitude do Espírito fala de cabeça ungida (mente renovada) e cálice transbordante (coração cheio de alegria e poder) - Salmo 23:5
Viver na plenitude do Espírito é a condição principal para sermos testemunhas de Cristo - Atos 1:8
O apóstolo Paulo ao exortar os cristãos de Éfeso (Efésios 5:18 - ENCHEI-VOS DO ESPÍRITO), leva-nos para quatro verdades maravilhosas (que estão implicitas no texto a partir do verbo):

1. O VERBO ESTÁ NO IMPERATIVO -
"Enchei-vos"
Imperativo - forma verbal que exprime uma ordem
Biblicamente - é imperativo em nossa vida cristã, que sejamos cheios do Espírito
É imperativo - porque Jesus assim ordenou - Lucas 24:49

2. O VERBO ESTÁ NO PLURAL - "Enchei-vos"
Enquanto o singular exprime um ser, o plural indica mais de um
Neste texto o verbo encher está no plural, e revela que o Espírito de Deus é para todos os que desejam - João 7:37
É desejo de Deus que todos sejam cheios do Espírito - Atos 2:3

3. O VERBO ESTÁ NO PRESENTE - "Enchei-vos"
O glorioso Batismo no Espírito Santo não foi uma benção que ficou restrita ao período Apostólico - Atos 2:1-4, 16-18, 37-39
Estamos vivendo a presente Dispensação do Espírito Santo - 2 Coríntios 3:8
Sejamos cheios do Espírito hoje meus irmãos - Lucas 11:13

4. O VERBO ESTÁ NA VOZ PASSIVA - "Enchei-vos"
Esta classificação gramatical apresenta o sujeito do verbo como inativo. E o que significa isto ? Significa que o sujeito recebe a ação expressa pelo verbo.
O ser cheio do Espírito Santo, não depende de nós, não é obra humana, é operação divina - At 19:1-6
Nos submetamos a ação gloriosa do Espírito, e sejamos cheios de toda a plenitude de Deus - Efésios 3:19
Meu pequeno testemunho:
Aproximadamente 32 anos atrás (ainda um adolescente), comecei a buscar o Batismo no Espírito Santo em oração.
Lembro-me que com mais tres irmãos, nos reunimos para orar por toda madrugada para que o Senhor derramasse sobre nós seu Espírito. Iniciamos a orar por volta das 11 da noite naquele sábado, e nesta busca fomos até 'as 5 horas da manhã. Durante esta vigilia, não fui batizado, mas não desanimei, pois sentia que a benção da plenitude estava perto.
Fui até minha casa, dormi um pouquinho e retornei ao templo para a escola bíblica dominical, no ardende desejo de ser batizado no Espírito Santo. Não fui batizado na escola dominical - mas prosseguia animado (parecia estar já ouvindo o barulho de uma cachoeira caudalosa - sabia que estava perto...).
Ao chegar ao culto 'a noite, assentei-me no primeiro banco, bem defronte ao púlpito. O culto transcorria cheio da Glória de Deus; congregação pequena (por volta de 30 irmãos - pessoas simples, materialmente sem recursos, alguns analfabetos; mas um povo querido que amava Jesus). Quando toda a igreja levantou-se para orar para o término do culto, disse comigo:
- Senhor, o culto vai terminar...eu estou te buscando a tantas horas...tenha misericórdia de mim...me fortalece e me batiza com teu Espírito Santo!..."
Imediatamente, tive a uma visão: "Uma pomba muito alva, cheia de esplendente luz, pairava sobre a cabeça do dirigente do culto (irmão Antonio - de saudosa memória), em seguida ela saiu sobrevoando os irmãos que estavam orando, em ato contínuo, volta ao púlpito, e paira outra vez sobre o dirigente. Em seguida, como um tiro certeiro - voa rapidamente em minha direção (muito rápido mesmo) e bate na minha testa.
Naquele momento, aleluia! fui batizado no Espírito Santo.
Ao compartilhar meu testemunho, desejo te estimular a buscar a Promessa do Pai (Atos 1:4,5).
Que Deus ricamente te abençõe e derrame sobre ti o óleo fresco (Salmo 92:10)
Pastor Marcos Antonio

No comments:

Post a Comment

Post a Comment